Concessionária Fiat, Foz do Iguaçu - PR

Por Autofoz 19/12/2019

Quando se compra um carro, muitas coisas são levadas em consideração, o tipo de câmbio que vai ser escolhido é uma delas. Atualmente existem quatro tipos de câmbios e cada um possui uma funcionalidade diferente.

Se você não sabe qual a diferença entre um câmbio e outro, fique tranquilo, nós podemos te ajudar! Confira

Conheça a diferença entre os câmbios e suas vantagens

Câmbio automático

O câmbio automático se difere dos demais por funcionar através de um conjunto de discos, e não engrenagens. Cada marcha do cambio é representado por um número, ele trabalha diretamente com o motor, assim o motorista não precisa interferir. Além disso, a vida útil desse câmbio é maior do que os outros tipos, e por seu funcionamento ser continuo não ocorre “trancos”, essas são suas vantagens.

Câmbio manual ou mecânico

Já o câmbio manual ou mecânico que é o mais comum entre os carros, funciona totalmente de forma manual, sua transmissão é mecânica e é preciso do auxilio da embreagem para a troca de marchas. Uma das vantagens do câmbio manual está em seu baixo custo, e usado de forma correta o motorista tem um controle maior sobre o carro.

Câmbio automatizado

Não é um câmbio automático, mas foi adaptado para ser, ele atua diretamente na alteração das marchas do câmbio, o sistema faz a troca de marchas e aciona a embreagem ao mesmo tempo, proporcionando um bom desempenho para o carro. A peça responsável por essa troca é chamada de atuador hidráulico. Uma das vantagens desse cambio é que dispensa o uso de uma caixa complexa.

E por último, o câmbio CVT

Diferente dos outros câmbios, o CVT está ligado diretamente ao motor e nos eixos, ou seja, ele não precisa de engrenagens ou discos para funcionar. o cambio CVT é de infinitas marchas. A vantagem do câmbio é um melhor desempenho e um menor consumo de combustível.

Agora que você já sabe a diferença entre os câmbios, fica mais fácil de fazer a sua escolha.

Fonte de Pesquisa: Notícias Automotivas/ Smartia